Patologias Comuns em Pinturas

Patologias mais comuns após a pintura e suas soluções.

Escolher a cor das paredes é um importantíssimo passo, que determinará toda a decoração. Além disso, a cor é vital para fazer com que um ambiente pareça mais amplo, alegre, luminoso, quente. Além melhorar visualmente o ambiente, proporciona benefícios, como durabilidade e higiene. Porém, é necessário conhecer os produtos para a preparação da parede e posteriormente a tinta a ser utilizada.

Bolhas :

Aspecto estufado ocasionando descascamento da pintura. Formam-se quando a massa corrida absorve a umidade, quando não elimina toda a poeira ou quando reaplica um tinta sobre outra de má qualidade sem a preparação prévia da parede.

Solução:

1.Remova com uma espátula de aço toda a parte solta para eliminar contaminantes.

2.Se apresentar ondulação, aplique a massa acrílica.

3.Lixe a área da parede (De preferência lixa 180), e retire todo o pó.

4.Aplique o fundo preparador para evitar manchas na pintura e aguarde 7 horas

5.Acabamento e Demão de tinta desejada.

 

Eflorescência :

São manchas esbranquiçadas que aparecem na parede. Ocorre quando é feita a pintura sobre reboco úmido(NBR 7200: tempo de secagem mínimo do reboco 28 Dias), onde ocorre a evaporação de água que arrasta o cal e outros sais do cimento para a superfície pintada.

Solução:

1. Eliminar eventuais infiltrações e aguardar secagem total da superfície.

2. Tirar as partes soltas, se utilizar cimento, preferir os cimentos com aditivos de pozolana (CP-IV) ou escória (CP-III) resistentes a sulfatos (RS).

3. Aplicar fundo preparador a base d’água para evitar manchas.

4. Acabamento e demão de tinta desejada.

 

Saponificação :

Devido a tinta aplicada antes da cura do reboco, a alcalinidade do cimento em presença da umidade reagindo com acidez ao contato de algumas resinas (esmalte, tinta óleo), o reboco com excesso de cal ou o retardamento indefinido da secagem de esmaltes sintéticos e tintas a óleo, o que deixa a superfície pegajosa.

Solução:

1.Raspar retirando as partes solta e lixar toda a superfície;

2.Limpe a superfície com um pano úmido, retirando toda poeira e sujeira existente;

3.Aplicar Fundo Preparador para evitar manchas na pintura, aguarde 7 horas;

4.Caso  a parede estiver com esmalte sintético ou tinta é necessário a remoção  com removedor específico e lixar a parede antes da aplicação do Fundo Preparador previamente diluída com água.

5.Aplicar o acabamento desejado

 

Desagregamento :

Superfície se esfarela e se destaca da superfície juntamente com partes do reboco, ocorre quando tem umidade e infiltrações, traço da (argamassa/reboco) é fraco ou quando a tinta é aplicada antes da cura do reboco (não respeitando o tempo de cura de 28 dias) .

Solução:

1.Retire todas as partes soltas ,com uma espátula de aço.

2.o reboco comprometido,  fazer um novo reboco e aguardar 28 dias de cura;

3.Regularizar a superfície com massa Acrílica ,aguarde 6 horas.

4.Aplicar fundo preparador para evitar manchas na pintura, aguarde 7 horas.

5.Aplicar o acabamento desejado

 

Enrugamento :

Comum em tintas esmalte e óleo, dá uma aparência de enrugamento, ocorre por utilização de diluentes incorreto, camada grossa de tinta com excesso de demão, não respeitar o intervalo entre as demãos ou aplicar em superfícies muito quente.

Solução:

 1.Retire a pintura com espátula ou removedor.

2.Limpar a superfície com o solvente aguarrás e aguardar secagem.

3.Aplicar fundo preparador para evitar manchas na pintura, aguarde 7 horas.

4.Aplicar o acabamento e demão de tinta desejado.

 

Mofo :

Surgimento de manchas escurecidas e que exalam fortes odores. Ocorre em ambientes úmidos, com frequentes mudanças de temperatura ou com pouca iluminação .

Solução:

1.Escovação da superfície

2.Banho com uma solução de água potável e sanitária, deixando agir por 30 minutos.

3.Enxaguar a região com água potável, aguardar a secagem completa.

4.Iniciar a pintura

Deixe uma resposta

11 + 3 =

Fechar Menu
×